Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Lugar de respeito - PIADA PROIBIDA PARA MENORES


Proibida só para os menores que nascem sabendo menos que os maiores.


JOÃO PESSOA – Os frequentadores do tradicional puteiro "Scala Drinks", localizado na Rua da Areia, na capital paraibana, tiveram um susto na noite de ontem ao se dirigirem até o estabelecimento e notar em a ausência da tradicional luz vermelha na porta.

"Sempre que recebo o salário venho aqui para 'comer' alguém e fiquei até encabulado quando não vi a luz vermelha, porque achei que o cabaré tinha fechado ou mudado de ramo", declarou José Genivaldo, assíduo frequentador do local.

A gerência do puteiro tranquilizou a clientela ao divulgar, ainda ontem à noite em uma rede social, que o estabelecimento permanecerá funcionando normalmente, "com a mesma qualidade de sempre", mas que irá tirar, definitivamente, a luz vermelha de sua decoração.

"Tomamos tal decisão porque estávamos sendo confundidos com a sede do PT, por conta da cor, e para não macular nossa reputação, construída duramente após anos de proxenetagem, não vimos outra solução". E completou: "aqui frequenta puta, corno, viado, sapatão... mas ladrão não. Nunca houve um roubo aqui.

Procurado por nossa reportagem, o gerente não quis falar sobre o assunto, mas o leão de chácara nos informou que as funcionárias do local já estavam "ficando putas da vida" com a confusão. E teve uma que até se recusou a sair com o cliente porque ele a chamou de "companheira".