Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Biografia, condensada, de um ex-presidente

Segundo o comentarista Paulo Francis se Luis Inácio chegasse ao poder, o país
viraria uma "grande bosta".    
Foi exatamente o que aconteceu depois que ele fez o povo votar em Dilma, crente que ela o deixaria voltar nas eleições de 2014, o que não ocorreu.


A pior coisa que Luís Inácio fez ao país foi andar para cima e para baixo para apresentar a então desconhecida Dilma Rousseff.  Segundo ele, para os eleitores votarem nela,  crente que estaria garantindo seu retorno ao poder em 2014, Dilma seria a melhor presidente que o Brasil já teve. Pois ela deveria ter convidado o Lulinha como ministro da Fazenda, pois só mesmo um milagreiro poderia dar um jeito nesse buraco que a presidenta fez com seus  'companhêru'.
*****

 

Histórico  condensado

 
Nossos ex-presidente fez carreira política no  estado de São Paulo, embora  tenha nascido em Pernambuco, um estado com forte tradição política.  
Com intenção de arrecadar votos transformou programas populistas numa característica de seu governo.  Além de programas sociais como  Bolsa Família e Fome Zero, incentivou as pessoas a comprarem e se endividarem cada vez mais.  
Ele teve um ''papel de destaque'' na evolução  das relações internacionais. Defendeu,  por exemplo, o direito de o Irã desenvolver um programa nuclear.  Defendeu também um encontro com o presidente Mahmoud Ahmadinejad, que já havia ameaçado Israel de "sumir do mapa". Apesar disso, em 2002 quase expulsou daqui Larry Rother, jornalista do New York Times que o havia criticado e chamado de bêbado.
Em 1990, criou a organização chamada Foro de São Paulo, é uma organização criada em 1990 a partir de um seminário internacional promovido pelo Partido dos Trabalhadores (PT-Partido dos Trapaceiros) junto com Fidel Castro.  
Em 1986, foi eleito deputado federal por São Paulo.  Foi FAVORÁVEL  à limitação do direito de propriedade privada, ao aborto, à jornada semanal de 40 horas, à soberania popular, ao voto aos 16 anos, à estatização do sistema financeiro, à criação de um fundo de apoio à reforma agrária e ao rompimento de relações diplomáticas com países que adotassem políticas de discriminação racial.

Eleito presidente com uma bancada minoritária, formada pelo PT, PSB, PCB, PCdoB e PL, buscou formar alianças com diversos partidos, inclusive com alguns situados mais à direita no espectro político brasileiro.

Teve sua vida pregressa estampada na mídia, após surgir o caso indecente de seu filho, Fábio Luís Lula da Silva, o "Lulinha", que teria supostamente enriquecido após fechar contrato de quinze milhões de reais com a empresa de telecomunicações Telemar, da qual o governo é acionista.
 
ESCÂNDALOS diversos:  propina na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos; venda de um dossiê para petistas em São Paulo; uso de cartões corporativos; mensalão .  
Foi apresentada no dia 26 de janeiro de 2011 uma denúncia contra Lula e seu ex-ministro da Previdência Social Amir Lando por improbidade administrativa. No dia 22 de fevereiro do mesmo ano, veio a divulgação de que o Ministério Público Federal no Distrito Federal teria entrado com ação tendo como acusação de que ele e seu ministro teriam usado a máquina pública para promoção pessoal e a fim de favorecer o Banco BMG. As supostas irregularidades ocorreram entre outubro e dezembro de 2004. 

E o  pré-sal, heim? O  ex-presidente foi criticado durante festividades que comemoravam a criação da Petro-Sal, quando repetiu um gesto que teria sido feito por Getúlio Vargas quando criou a Petrobrás, sujando suas mãos de petróleo. Engano!  Foi Getúlio que o imitou! 


CARISMA
   Quem tem carisma ganha sempre!

Em 1982, Lula participou das eleições para o governo de São Paulo e PERDEU.

Em 1989, realizou-se a primeira eleição direta para presidente desde o golpe militar de 1964. Lula se candidatou a presidente e PERDEU.

Em 1994, Luiz Inácio Lula da Silva voltou a candidatar-se à presidência e foi novamente derrotado. PERDEU
Ufa! Em 27 de outubro de 2002, finalmente, L--- foi eleito presidente do Brasil

"Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse a votação num partido qualquer,
Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão".  
O considerado homem carismático, conseguiu se reeleger, em 2009, apenas no segundo turno.  Não entendi até agora o verdadeiro significado de carisma!
 

Houve aumento de gastos no seu governo, o endividamento interno cresceu de 731 bilhões de reais (em 2002) para um trilhão e cem bilhões de reais em dezembro os de transferência de renda como o Bolsa Família, salário-mínimo e o aumento no déficit da Previdência. Sem  contar com as diversas viagens feitas sob a alegação que estaria viajando para "inaugurar obras.  Houve, ainda, aumento nos gastos com a publicidade, embora o governo lulista tenha tentado achar brechas jurídicas, sob a alegação de que havia uma necessidade pública para a continuação de campanhas na TV sobre programas sociais do governo,  como o Fome Zero, Bolsa Família e outros nas áreas de educação e saúde, precárias até hoje.
Em julho de 2006, o ex-presidente se superou em termos de mentiras, alegando que jamais havia sido um "esquerdista".  Claro que ele nunca foi d e  esquerda.   Ele sempre pendia para o lado mais vantajoso.  Fosse de que lado fosse!
 
O ex-presidente foi condecorado pela ONU como o Campeão Mundial na Luta Contra a Fome e a Desnutrição Infantil.   Porém, em um vídeo, bastante explícito,  ele admitiu que mentia .  Pelo jeito não é só o brasileiro que gosta de ser tapeado!
Foi lançado, ainda, o filme 'Lula, o Filho do Brasil', que foi um tremendo fracasso.  Haja carisma!   Provavelmente o tremendo fracasso do filme tenha se dado principalmente por  não haver mais interesse numa historieta já narrada por diversas vezes pelo próprio ex-presidente;  os eleitores do ex-presidente jamais trocariam um churrrasco e uma cervejinha gelada por duas horas dentro de um cinema, sem contar com a falta de hábito em ver filmes. 

Em 2010, houve críticas por parte da imprensa de que Lula deveria ter intervindo na greve de fome do preso político Orlando Zapata Tamayo. O preso morreu um dia antes do ex-presidente fazer uma visita ao país. Na ocasião, Zapata era contra o regime cubano atual.

Sua amizade com o ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez também foi alvo de críticas. Lula teria gravado uma mensagem de apoio à reeleição de Chávez.
Após a presidência da República nosso ex se tornou empregado da ODEBRECHT, tornando-se um mero, embora muito bem remunerado, palestrante, o que para a vaidade dele não deve ter caído muito bem.  Precisou enfrentar um câncer que dizem as más  línguas ter voltado, embora não saia nenhuma notícia nos jornais.  Teve que enfrentar uma aparência bem diferente da anterior, com calvície, e cabelos pintados depois que tornaram a nascer. 
 

Em sua suma, tudo mudou.
Não só seu cargo, mas também sua aparência.