Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

VOCÊ SABIA sobre a possibilidade de ameaças de um Maduro quase podre?

 
Seria um golpe ?
 
Maduro faria ameaças de invadir o Brasil?
 
Comentários de Olavo de Carvalho 
 
 
 
 
Em discurso na Venezuela , Nicolás Maduro disse que a vitória de Dilma, que tomou posse no recente dia 1o. de janeiro, estaria reforçando o plano imperialista e expansionista do comunismo na América do Sul .
 
Recebido por email
Enquanto as redes de televisão do Brasil camuflam notícias, alienam a sociedade com doutrinas gramscistas e esconde a ameaça de um golpe comunista no Brasil, Maduro revelou o plano sórdido das esquerdas socialistas em dominar  a América Latina.
 
"El Diablo", como o Maduro, quase podre, é chamado pelos venezuelanos, fez ameaças de invadir o Brasil para manter a "legalidade" das fraudes eleitorais que deram a vitória a Dilma Rousseff. Assim como no Brasil, as eleições na Venezuela foram fraudadas e deram a vitória ao porco comunista.  A "ordem" de  fraudar as eleições para  manter a esquerda golpista no poder viria do Foro de SP.
 
Enquanto isso aqui no Brasil, a oposição golpista se cala diante das fraudes eleitorais, se cala diante dos golpes do PT e se cala sobre o FORO de SP. O silêncio e apatia da oposição de araque, já era mais do que esperado e revela a história conspiratória de um partido que há 20 anos conspira contra a democracia. A verdade de que o PSDB e o PT fazem parte do plano vieram à tona e levou milhões de brasileiros as ruas. O Brasil precisa reagir e o mal precisa se tornar conhecido por aqueles que ainda estão a margem dos fatos que ameaçam o Brasil e sua soberania. Nossos militares precisam despertar para a realidade pois o momento já é de reação".