Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

domingo, 25 de outubro de 2015

Capitalismo e programas sociais


"Odeio a classe média."
 
Palavras  da 'filósofa' Marilena Chauí,
com risadas do Pai dos Pobres presente,
que, quando disse isso, pertencia à classe média alta . 
 
 
 
Em 2013 causou polêmica em uma palestra em São Paulo ao afirmar que odeia a classe média brasileira e que esta é fascista, violenta e ignorante. Segundo ela, "(...) a classe média é uma abominação política, porque é fascista, é uma abominação ética porque é violenta e é uma abominação cognitiva porque é ignorante." Apesar de ser largamente veiculada uma versão editada de sua fala, o argumento geral de sua palestra é que o conceito de classe média deve ser problematizado, sobretudo para explicar casos extremos em que membros da classe média assumem comportamentos inadequados em espaços públicos e incongruentes à vida em sociedade. https://pt.wikipedia.org/wiki/Marilena_Chaui

 
 *****
 
Vamos imaginar um pote cheio de  dinheiro, pertencente aos capitalistas. São eles que dão salário aos empregados que mantém em suas residências, ou aos caseiros de suas esplendorosas casas de veraneio.  Como precisam ir aos postos de gasolina encher seus tanques de combustível, são eles que possibilitam emprego a quem  ali trabalha. Dão, também, dinheiro a quem lava seus carros  ou a quem enche os pneus de seus carros .  Eles é que possibilitam o emprego dos garçons com sua ida a restaurantes, o emprego de quem trabalha nos supermercados e vai por ai a fora.  Ou seja, todos dependem do 'capitalismo' para manter o emprego de que precisam  para pagar sua contas e saldar suas dívidas.
 
Acontece que, um dia, chega uma ratazana e abre a 'chave do cofre' . Com um gasto sem planejamento, onde sai mais do que entra, o dinheiro que estava no cofre começa a desaparecer. Os considerados capitalistas ou a odiosa classe média, sendo obrigados a pagar pela irresponsabilidade dos outros,  percebem que também o seu pote  particular está cada vez mais vazio.  As famílias se reúnem e todos passam a gastar menos, deixando de ir a restaurantes, lanchonetes e cinemas.   

Enquanto isso, aquele amontoado de gente que trabalhava vê que seus vizinhos começam a ficar desempregados, até chegar sua vez.


Ou seja, não há nada melhor do que quem nos dê o emprego tão necessário !
 
 
Além do emprego, aviso aos vagabundos, que não trabalham e dependem de 'programas sociais' para viver:  Projetos como  Minha Casa, Minha Vida (novo nome aos conjuntos habitacionais já existentes  *) são mantidos por quem trabalha e por quem paga impostos.  Da mesma forma são todos os programas sociais, como o Bolsa Família e muitos outros.  No dia em que nosso pote estiver vazio quero ver de onde será retirado o dinheiro para mantê-los vivos.
 
 

* Já notaram a diferença, ao menos visual, que existe entre essas casas mais modernas e os antigos conjuntos habitacionais?  Reparem nas paredes, antes de responderem à pergunta.   Qual deles parece ser mais resistente? 



POR TRÁS DE UM 'INTELECTUAL' DE ESQUERDA
HÁ SEMPRE UM PAI CAPITALISTA RALANDO PARA BANCAR SEUS GASTOS