Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Dois mundos? E o terceiro ?

 
Ilimar Franco, em sua coluna  Panorama Político  (um panorama que de bonito não tem nada!) :
 
 
OS DOIS MUNDOS :  "Governo e oposição têm objetivos distintos em  seus contatos com Eduardo  Cunha.  A oposição quer acelerar o impeachment, temporiamente bloqueado pelo STF.  O vice Michel  Temer e os líderes atuam para que ele dê prioridade à pauta legislativa.  O Planalato precisa votar a DRU, o Orçamente de 2-016, a CPMF e no novo ICMs. Para a opsição, o governo acabou e Dilma quer governar.
 
 
1 - Em seu artigo, Ilimar Franco dá o nome de oposição , como se ela houvesse,  a quem está interessado nas SUAS vantagens.  Verdadeira oposição seria o oposto a um governo, estando interessado nos interesses dos  brasileiros de um modo geral e não em seus interesses partidários (ou pessoais).
 
2 -  'Grande ingenuidade' leva tal jornalista a comentar sobre uma posssível prioridade paulista, em relação à parte legislativa.  Só existe uma prioridade no mundo político: assumir o poder que pertence a outros e está louco para abocanhar.
 
3 - "O Planalto precisa votar a DRU, o Orçamento de 2016, a CPMF e no novo ICMs."  Qual seria o verdadeiro motivo para o Planalto precisar da  entrada de ainda mais dinheiro?   O Planaldo pretende aplicar tais recursos nas necessidades de brasileiros, ou sua verdadeira necessidade seria cobrir o rombo existente?  Será que o Planalto pretende distribuir o valor dos impostos a outros 'correlegionários '?
 
 
VAMOS DIZER QUE EXISTEM TRÊS MUNDOS AO INVÉS DE DOIS.
 
DOIS SERIAM 'DELES' E O UM SERIA O NOSSO.