Este espaço é desaconselhável a menores de 21 anos, porque a história de nossos políticos pode causar deficiência moral irreversível.
Este espaço se resume
, principalmente, à vida de quengas disfarçadas de homens públicos; oportunistas que se aproveitam de tudo e roubam sem
punição. Uma gente miúda com pose de autoridade respeitável, que
engana o povo e dele debocha; vende a consciência e o respeito por si próprios em troca de dinheiro sujo. A maioria só não vende o corpo porque este, além de apodrecido, tem mais de trinta anos... não de idade, mas de vida
pública.


OPINIÕES PESSOAIS

terça-feira, 20 de outubro de 2015

ILUSÕES PERDIDAS - Adeus às ilusões - Arnaldo Jabor

 

Estamos diante de um momento histórico gravíssimo, com os dois tumores gêmeos de nossa doença

 
 
Um grupo de intelectuais e artistas se reuniu em São Paulo para fazer um manifesto contra a possibilidade de impeachment para a Dilma. Está no direito deles, claro.
 
 
As instituições são acusadas de serem usadas pela “direita” como disse um deles: o TCU é um bando de políticos fracassados.
 
...  as marchas populares de junho e deste ano foram uma manifestação de “gente de direita”.
 
---  um milhão de “direitistas” querem destruir o sagrado ninho da história que é o PT.
 
 
...  o país está tomado por “fascistas” que querem tirar o PT do poder.
 
 
... não sou fascista (dirão meu inimigos: reacionário neoliberal), mas quero ver o lulopetismo fora do poder.
 
 
Os petistas têm uma visão de mundo deturpada por conceitos compartimentados e acusatórios: luta de classes, culpados e inocentes, traidores e traídos. Stálin (“A humanidade está dividida em ricos e pobres, proprietários e explorados. Subestimar esta divisão significa abstrair-se dos fatos fundamentais”) ou Lênin (“Qualquer cozinheiro devia ser capaz de governar um país”).
 
 
...  em 1924 ...: “O fascismo e a social-democracia não são inimigos, mas irmãos gêmeos”.
 
... petistas nunca acreditaram na “democracia burguesa”. Eu me lembro de mim mesmo no tempo da UNE, quando usávamos a palavra “democracia” apenas como estratégia para avançar na “linha justa”. “Vamos fingir que acreditamos na democracia para depois extirpá-la”.
 
 
...
 
Alguns intelectuais ficam “angustiadinhos”: “Ah... eu tinha um sonho... que se esfumou...”
 
 
...
 
Artigo completo: